Fux intima Maria do Rosário a depor na ação em que Bolsonaro é réu

Via: G1

Bolsonaro é réu no STF desde junho de 2016 pela suposta prática de apologia ao crime de estupro e por injúria. Ele afirmou deputada não merecia ser estuprada porque ele a considera “muito feia”.

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luiz Fux intimou a deputada federal Maria do Rosário (PT-RS) a depor, no próximo dia 23 de agosto, como testemunha na ação penal aberta contra o deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ).

Bolsonaro é réu no STF desde junho do ano passado pela suposta prática de apologia ao crime de estupro e por injúria. Em 2014, ele afirmou, na Câmara e em entrevista a um jornal, que Maria do Rosário não merecia ser estuprada porque ele a considera “muito feia” e porque ela “não faz” seu “tipo”.

Após ele se tornar réu, a defesa do deputado invocou a chamada “imunidade parlamentar”, segundo a qual deputados e senadores são protegidos por opiniões, palavras e votos. Além disso, a defesa de Bolsonaro argumentou que não incentivou outras pessoas a estuprar.

Ao analisar denúncia da Procuradoria Geral da República (PGR) e a queixa da própria deputada, a Primeira Turma da Corte entendeu que, além de incitar a prática do estupro, Bolsonaro ofendeu a honra de Maria do Rosário.

À época da análise da denúncia, somente o ministro Marco Aurélio Mello foi contra tornar Bolsonaro réu. Na ocasião, os ministros Luiz Fux, Edson Fachin, Rosa Weber e Luiz Roberto Barroso votaram favor da abertura da ação penal.

Depois da fase de coletas de depoimentos, será a vez de Bolsonaro ser interrogado, fase final do processo. Caberá ao Supremo, então, decidir se condena ou absolve o parlamentar.

 

Neonazistas ajudam a convocar “ato cívico” pró-Bolsonaro em São Paulo

Via: UOL 

maxresdefault.jpg

Uma manifestação de apoio ao deputado federal Jair Bolsonaro (PP-RJ) está sendo convocada na internet para o próximo sábado (9), às 11h, no vão do Masp, em São Paulo. O protesto, batizado de “ato cívico”, está sendo divulgado em rede sociais como o Orkut e no fórum “Stormfront”, administrado pelo movimento neonazista “White Pride World Wide” .

img_0881.jpg

Reprodução de logo criado para divulgar o ato pró-Bolsonaro no Orkut No fórum, o tópico utilizado para divulgar a manifestação foi aberto ontem e apagado hoje, mas o cache do Google que indexa as páginas apagadas registrou as mensagens.

ato-pro-bolsonaro-1302123428625_300x410.jpg
Reprodução de logo criado para divulgar o ato pró-Bolsonaro no Orkut

A convocatória, publicada por um membro denominado “Erick White”, diz: “Vamos dar o nosso apoio ao único Deputado que bate de frente com esses libertinos e Comunistas!!! Será um manifesto Cívico, portanto, levem a família, esposas, filhos e amigos… (sic)”. O autor finaliza a mensagem com os números “14/88”, simbologia nazista que faz referência a Adolf Hitler e ao nacionalista norte-americano David Lane, defensor do mito da supremacia branca. No Orkut, onde não há referências racistas ou nazistas explícitas, o ato foi divulgado em comunidades de apoio a Bolsonaro.

São elas: “Sou fã do dep. Jair Bolsonaro”, com 4.086 membros; “Jair Bolsonaro para Presidente” (2.469 membros); “Bolsonaro é o cara” (71). Entre todas as comunidades no Orkut sobre o deputado, as três mais numerosas demonstram apoio a Bolsonaro. Declarações

Declarações:

As recentes polêmicas envolvendo o parlamentar começaram com um quadro do programa humorístico “CQC” exibido no último dia 28. Nele, , a cantora Preta Gil perguntou ao deputado: “se seu filho se apaixonasse por uma negra, o que você faria?” A resposta, considerada racista por Preta Gil e por colegas de Bolsonaro no Congresso Nacional, foi a seguinte: “ô, Preta eu não vou discutir promiscuidade com quem quer que seja. Eu não corro esse risco. Meus filhos foram muito bem educados e não viveram em ambientes como lamentavelmente é o teu”. O deputado afirmou que se confundiu com a série de perguntas feitas no quadro e não se referiu aos negros em sua resposta. Desde o episódio, Bolsonaro deu uma série de entrevistas nas quais fez criticas a homossexuais e elogios à ditadura militar.

MENTIRA: Filho do ex-presidente Lula foi visto com Ferrari de ouro no Uruguai?

Será verdadeiro ou falso o vídeo que mostra o filho do ex-presidente Lula entrando na sua Ferrari toda feita de ouro no exterior?

Via: E-Farsa

O vídeo apareceu nas redes sociais no dia 22 de julho de 2017e rapidamente se transformou num dos assuntos mais comentados da rede. Nele podemos ver dois homens entrando em uma linda Ferrari banhada a ouro conversível!!!

De acordo com o texto que circulou pela web, um dos homens que entram no carro dourado seria o filho do ex-presidente Lula e que eles teriam sido flagrados esbanjando dinheiro e ostentando o carrão no Uruguai!

Algumas versões desse mesmo vídeo foram compartilhadas no Facebook, gerando centenas de milhares de visualizações, mas será que essa notícia é real?

Filho do ex-presidente Lula foi visto com Ferrari de ouro no Uruguai?

Será verdadeiro ou falso o vídeo que mostra o filho do ex-presidente Lula entrando na sua Ferrari toda feita de ouro no exterior?

O vídeo apareceu nas redes sociais no dia 22 de julho de 2017e rapidamente se transformou num dos assuntos mais comentados da rede. Nele podemos ver dois homens entrando em uma linda Ferrari banhada a ouro conversível!!!

De acordo com o texto que circulou pela web, um dos homens que entram no carro dourado seria o filho do ex-presidente Lula e que eles teriam sido flagrados esbanjando dinheiro e ostentando o carrão no Uruguai!

Algumas versões desse mesmo vídeo foram compartilhadas no Facebook, gerando centenas de milhares de visualizações, mas será que essa notícia é real?

Verdade ou mentira?

Em primeiro lugar, o vídeo não foi filmado no Uruguai. Podemos confirmar que as cenas foram capturadas em frente ao Hotel de Paris, em Monte Carlo:

O vídeo em questão foi publicado dias antes em outros canais no YouTube e podemos notar que não há nenhuma menção ao dono do veículo ser o “Lulinha”:

 

Um zoom na trazeira do veículo mostra, apesar de meio desfocado, o final da sua placa (algo como “BGA” seguida de algumas escritas em árabe):

Um zoom na trazeira do veículo mostra, apesar de meio desfocado, o final da sua placa (algo como “BGA” seguida de algumas escritas em árabe):

Envie suas dúvidas e sugestões de pauta através do nosso WhatsApppelo número (11) 96075-5663!

Note que a mesma placa pode ser vista nessa foto abaixo, tirada 8 dias antes, em Paris:

Na postagem dessa foto, o usuário do Redit afirma que essa Ferrari é de um árabe. Algo que não podemos confirmar, mas são visíveis escritas em árabe na lateral da placa!

Olha o mesmo carro nesse outro vídeo:

 

E aqui, também:

Para quem quiser comparar o homem da foto com fotos dos filhos do Lula, clique aqui numa pesquisa que fizemos no Google Images!

Conclusão

Não há provas de que a Ferrari dourada do vídeo seja do filho do ex-presidente Lula. Comprovamos que o vídeo não foi gravado no Uruguai e que esse mesmo carro foi visto (e filmado) várias vezes em Paris!  

NÃO É PIADA: Moro libera R$ 500 mil para alvo da Lava Jato cuidar da saúde

moro-fundo-preto.jpg

Ildefonso Colares Filho, executivo ligado à Queiroz Galvão, terá de apresentar comprovante de despesas à Justiça

Via: ESTADÃO

O juiz federal Sérgio Moro liberou R$ 500 mil ao executivo Ildefonso Colares Filho, ligado à Queiroz Galvão, para tratamento de saúde. O empreiteiro, réu em duas ações penais na Operação Lava Jato e com bens bloqueados, deverá apresentar os comprovantes das despesas à Justiça.

PARA CUIDAR DA SAÚDE

A decisão de Moro foi tomada na sexta-feira, 7. No início de junho, o executivo informou ao juiz que em 17 de fevereiro deste ano foi submetido à cirurgia ‘para retirada de carcinoma hepatocelular’.

Policial confessa ter matado travesti na PB: ‘matou por não gostar de homossexual’, diz Polícia Civil

01-Bandeira-LGBT.jpg

Via: G1

Vítima foi ferida a tiros quando se aproximou de sargento reformado da PM, enquanto ele bebia.

 

Um sargento reformado da Polícia Militar da Paraíba foi preso suspeito de matar uma adolescente travesti de 16 anos. O crime ocorreu na cidade de João Pessoa, no último sábado (8), e o policial foi preso nesta terça-feira (11), na cidade de Teixeira, no Sertão paraibano. O policial teria confessado o crime, na delegacia, e dito que “matou por não gostar de homossexual”, segundo informou a Polícia Civil.

O assassinato aconteceu em uma praça do bairro Funcionários II, em João Pessoa. De acordo com informações da Polícia Civil, o sargento reformado da PM estava bebendo, quando a adolescente travesti se aproximou dele. O sargento teria levantado da mesa, sacado a arma e atirado várias vezes contra a vítima, que morreu ainda no local, conforme informou a polícia.

Ainda de acordo com a Polícia Civil, depois de cometer o crime, o suspeito teria fugido da cidade. O sargento foi preso na casa de um parente na cidade de Teixeira, após o órgão receber uma denúncia anônima.

Depois de ser preso no Sertão pelo delegado Reinaldo Nóbrega, o policial foi levado até a Central de Polícia de João Pessoa, no Geisel, para prestar depoimento. Na delegacia, segundo a Polícia Civil, ele confessou o crime e alegou que foi motivado “por não gostar de homossexual”.

Por ser policial militar, o sargento foi encaminhado para o 1º Batalhão da Polícia Militar, no Centro de João Pessoa, e, nesta quarta-feira (12), será apresentado ao juiz na audiência de custódia.

Ator da Globo é condenado a indenizar recepcionista de hotel que xingou de “favelado” e “vagabundo”

Do HuffingtonPost:

brunodeluca.jpg

Pedir para baixar o som alto no meio da madrugada.

Foi isso que um recepcionista do Hotel Majestic, em Florianópolis, fez que irritou o ator Bruno de Luca.

Em resposta, o ator e apresentador Bruno de Luca não mediu suas palavras. Xingou o recepcionista de “favelado”, “filho da puta” e “vagabundo”. O agrediu física e verbalmente.

Resultado: o ator foi condenado na última quinta-feira (6) pela Primeira Câmara de Direito Civil do Tribunal de Santa Catarina a pagar R$ 15 mil de indenização. Cabe recurso ao ator.

Segundo informações do jornal O Estado de S.Paulo, a vítima relatou que os vizinhos de quarto de Bruno reclamaram do barulho que vinha do quarto.

O ator chegou com amigos ao hotel por volta de 5h da manhã e começou a tocar música. O recepcionista ligou no quarto duas vezes, o ator não atendeu, foi pessoalmente e ele não abriu a porta.

Em seguida, o ator desceu acompanhado da atriz Lívia Lemos, que não é ré nem foi arrolada como testemunha na ação., e insultaram o funcionário.

Testemunhas afirmaram que os atores estavam alcoolizados e a atriz chegou a bater no recepcionista.

Temer chama rei da Noruega de ’rei da Suécia’ e chega a ser vaiado na Noruega

Grupo norueguês vaiou o presidente

TEMER-RAIVA.jpg

Via: Plantão Brasil

O último dia de sua viagem à Europa, o presidente Michel Temer cometeu uma gafe durante compromisso oficial na capital norueguesa, chamando o rei norueguês Harald V, de “rei da Suécia”, país escandinavo vizinho à Noruega. O ato falho ocorreu em uma declaração de despedida nesta sexta-feira (23), na qual o presidente agradeceu, dirigindo-se à primeira-ministra norueguesa Erna Solberg, a hospitalidade das autoridades e do povo da Noruega.

No mesmo pronunciamento, Temer também se atrapalhou ao dizer que, mais tarde, iria visitar o parlamento do país europeu. Em vez de se referir ao Legislativo norueguês, ele disse que iria ao “parlamento brasileiro”.

“Mais uma vez, quero agradecer à vossa excelência e a todo o povo norueguês a gentileza e a delicadeza com que nos recebem. Embora voltando hoje [sexta] ao Brasil, desde já, com a reunião que tivemos ontem [quinta] com os empresários e da reunião que tivemos agora com vossa excelência e, mais adiante, com o parlamento brasileiro e, um pouco mais adiante, com sua majestade, o rei da Suécia, eu já tenho a mais firme convicção de que, embora muita rápida nossa visita, ela estreita cada vez mais os laços do Brasil com a Noruega”, disse Temer à primeira-ministra norueguesa.

Michel Temer desembarcou em Oslo na manhã desta quinta (22). No primeiro dia de compromissos no país escandinavo, ele teve encontro com empresários nórdicos.

Nesta sexta, o chefe de Estado brasileiro foi recebido pela primeira-ministra da Noruega. Do lado de fora da residência oficial de Erna Solberg, um grupo fez uma manifestação exibindo cartazes pedindo respeito à democracia, aos direitos humanos e aos direitos indígenas.

As cobranças ao presidente brasileiro não se restringiram ao protesto de militantes ambientais. Dentro da residência oficial, a primeira-ministra norueguesa disse a Temer que a Lava Jato preocupa o país europeu e afirmou que é preciso achar uma solução para a corrupção no Brasil.

“Estamos muito preocupados com a Lava Jato. É importante fazer uma limpeza”, disse Erna Solberg.

A referência à Lava Jato não foi o único constrangimento que Temer passou em meio à visita à Escandinávia. Na véspera da audiência com a primeira-ministra, o governo norueguês já havia anunciado que deve cortar pela metade o repasse ao Fundo Amazônia previsto para o ano que vem. Serão R$ 200 milhões a menos para a proteção da floresta brasileira.

O país nórdico, que já investiu quase R$ 3 bilhões em projetos de preservação e proteção de povos indígenas e da Amazônia – o Brasil recebia o equivalente a R$ 400 milhões por ano – manifestou insatisfação com recente alta do desmatamento em território brasileiro, especialmente, na região amazônica.

Há cerca de três anos, os índices de desmatamento passaram a aumentar no Brasil e os noruegueses começaram a questionar as políticas de conservação.

Avião que levava Gilmar Mendes ao Pará sofre pane e volta a Brasília

Via: JB

O avião em que viajava o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes sofreu uma pane na noite desta quinta-feira (22) e retornou a Brasília. O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) voava para o Pará em uma aeronave da Força Aérea Brasileira (FAB). O avião voltou ao aeroporto de partida assim que a falha técnica foi identificada.

O ministro faria uma visita ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Pará. A decolagem foi às 18h45, com destino a Belém (PA), voltando ao solo às 19h45, segundo apurou o jornal Poder 360 junto à FAB. Segundo o jornal, houve pânico entre os passageiros. No entanto, de acordo com a Força Aérea, a segurança dos passageiros não foi ameaçada.

Gilmar Mendes viajava pouco depois da suspensão da análise do plenário do STF se o ministro Edson Fachin continuaria relator da delação dos donos da JBS na Operação Lava-Jato e se as delações premiadas dos irmãos Batista teriam as regras mantidas.

Avião de Gilmar retornou ao aeroporto após pane
Avião de Gilmar retornou ao aeroporto após pane

Durante o julgamento, Gilmar discutiu com o ministro Luís Roberto Barroso e chegou a deixar o plenário por algum tempo.

A sessão será retomada na próxima quarta-feira (28), com placar em 7 a 0 em favor de Fachin e da manutenção dos acordos de colaborações premiadas dos donos da JBS.

Presidente da Eletrobras chama funcionários de ‘vagabundos’

Declaração é estopim para guerra interna no órgão

 

A divulgação de uma gravação em que o presidente da Eletrobras, Wilson Ferreira Jr, chama funcionários de “vagabundos” foi o estopim para que o sindicato do órgão declarasse guerra.

“São 40 % caras que é inútil (sic), não servem para nada. Tá aqui ganhando uma gratificação, um telefone, uma vaga de garagem, uma secretária. Esse tipo de coisa a sociedade não pode pagar por vagabundo, em particular no serviço publico”, disse.

Em resposta, o Coletivo Nacional dos Eletricitários (CNE) iniciou uma paralisação nesta quinta (22), em protesto contra Ferreira. Segundo a entidade, a gestão é pautada pelo assédio aos funcionários, assim como se nega a dialogar com os diferentes setores.

O CNE diz ainda que o presidente comete infrações administrativas, como a contratação de serviços sem a utilização de pregão eletrônico. A medida, afirmam, fere a lei de licitações.

PSB DESEMBARCA DE VEZ, PEDE RENÚNCIA DE TEMER E DIRETAS JÁ

unnamed.jpg

Embora apoiado o golpe parlamentar que arruinou a economia e a democracia do País, o PSB deixará claro nesta quinta-feira, 22, que Michel Temer não tem mais condições de governar o país.
O partido exibe nesta noite, às 20h30, programa partidário em cadeia de radio e televisão em que vai defender a saída de Michel Temer e sua substituição por eleições diretas, como desejam 87% dos brasileiros (leia mais).
“Fomos a favor das eleições diretas em 1984 para acabar com a ditadura. Agora somos a favor das Diretas Já para impedir que as interferências do poder econômico continuem valendo mais do que a vontade da população e ditando os rumos do país”, diz o programa. “O PSB tem lado e, em nossa visão programática, a cidadania plena é direito de todos os brasileiros”, afirma.
Os quadros do PSB também afirmam que vão trabalhar para derrotar as reformas trabalhista e da Previdência. “Nós, socialistas, assumimos aqui um compromisso: no que depender da luta do PSB essas reformas contra o povo não passarão!”.
No programa, o PSB também destaca propostas consideradas prioridades para o país. Na avaliação do partido, “o Brasil mudou muito nas últimas décadas, mas os benefícios não chegaram integralmente à população”. “O maior desafio continua sendo o desenvolvimento”, diz.
O partido considera prioridades aprimorar os sistemas de saúde, previdência e assistência, combater a pobreza e enfrentar a violência. Também propõe o investimento em educação, ciência, tecnologia, inovação e estimular a economia criativa a fim de qualificar a mão-de-obra no país.
Os socialistas ainda defendem no programa que a política econômica deve ser “harmonizada” com o “interesse da população”. E criticam o gasto do governo com juros: “É urgente reduzir os juros da dívida a fim de que sobrem recursos para investimentos e cobertura aos direitos sociais”.