GOLPE DESTRUINDO O PAÍS: MERCADO ESTIMA QUEDA DA SELIC E PIB MENOR EM 2017

Diante de um cenário de preços cada vez mais fracos, as projeções para a taxa básica de juros caíram tanto para 2017 quanto para 2018 na pesquisa Focus do Banco Central; expectativa continua sendo de um corte de 0,75 ponto percentual na Selic, atualmente em 10,25%; porém, eles passaram a ver a taxa básica a 8,25% este ano e a 8% no próximo, contra expectativas anteriores de 8,5% e 8,25% respectivamente; para a atividade econômica, o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) este ano foi calculado em 0,34%, de 0,39% antes; para 2018, permaneceu a expectativa de expansão de 2%

images|cms-image-000540258.jpg

Reuters – Diante de um cenário de preços cada vez mais fracos, as projeções para a taxa básica de juros caíram tanto para 2017 quanto para 2018 na pesquisa Focus do Banco Central, com os especialistas que mais acertam as projeções vendo a Selic abaixo de 8 por cento no ano que vem.

A expectativa dos economistas consultados continua sendo de um corte de 0,75 ponto percentual na Selic, atualmente em 10,25 por cento, na reunião deste mês do BC de política monetária.

Porém, eles passaram a ver a taxa básica a 8,25 por cento este ano e a 8 por cento no próximo, contra expectativas anteriores de 8,5 e 8,25 por cento respectivamente.

Já o Top-5, grupo que mais acerta as previsões, vê níveis ainda mais baixos para a Selic, calculando a taxa a 8 por cento em 2017 e a 7,88 por cento em 2018, na mediana das projeções. As expectativas anteriores eram respectivamente de 8,13 e 8 por cento.

Essas mudanças ocorrem em um ambiente de inflação fraca. Em junho, o IPCA recuou 0,23 por cento, na primeira deflação mensal em 11 anos e no menor nível em quase 20 anos, devido à queda nos preços de alimentação, habitação e transporte.

A expectativa para a alta do IPCA neste ano apontada no levantamento divulgado nesta segunda-feira passou a ser de 3,38 por cento, 0,08 ponto percentual a menos do que anteriormente e ainda mais próximo da faixa mais baixa de tolerância para a meta, que é de 4,5 por cento com margem de 1,5 ponto percentual. A inflação em 2018 agora passou a ser estimada em 4,24 contra 4,25 por cento antes.

Para a atividade econômica, houve pequenos ajustes nas projeções, com o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) este ano calculado em 0,34 por cento, de 0,39 por cento antes. Para 2018, permaneceu a expectativa de expansão de 2 por cento.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s