MP PROPÕE FIM DA AÇÃO PENAL CONTRA LULA, OAS E OKAMOTTO SOBRE ACERVO PRESIDENCIAL

images|cms-image-000537596.jpg

O Ministério Público Federal se manifestou favoravelmente ao fim da ação penal contra o presidente do Instituto Lula, Paulo Okamotto, que vinha sendo acusado de lavagem de dinheiro relacionada ao acervo do ex-presidente; MPF endossou argumentos da defesa de que não houve crime; parecer se estende a Lula e a Léo Pinheiro, ex-presidente da construtora OAS

247 – O MPF (Ministério Público Federal) deu parecer favorável ao trancamento da ação penal contra Paulo Okamotto, presidente do Instituto Lula, que era acusado de lavagem de dinheiro relacionada ao armazenamento do acervo presidencial de Lula. O MPF endossou os argumentos do advogado Fernando Fernandes, de que os objetos são de interesse público e que portanto não seria crime o armazenamento deles ter sido pago pela OAS.

O entendimento se estende a Lula e a Léo Pinheiro, da OAS.

As informações são da coluna de Mônica Bergamo na Folha de S.Paulo

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s