Bolsonaro é desconvidado de palestra no clube Hebraica após abaixo-assinado

O clube Hebraica de São Paulo desconvidou o deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ) da palestra que ele iria participar em março. Isso aconteceu após um manifesto contra a presença do parlamentar, assinado por mais de 3 mil judeus.

O manifesto diz que Bolsonaro ataca as minorias “entre as quais, nós, judeus, nos encontramos. Ele é homofóbico, misógino, racista e antissemita por natureza e convicção. Idolatra a extrema direita neonazista e admira os torturadores da ditadura militar”. O texto lembra que a ditadura matou vários judeus, como Vladmir Herzog, Iara Iavelberg, Ana Rosa Kucinski, Gelson Reicher, Chael Charles Schreier.

Essa é a segunda vez que o Bolsonaro tem o convite retirado após manifestação popular. A primeira aconteceu em 2015, quando o Clube Monte Sinai, do Rio de Janeiro, também o desconvidou assim que sua palestra foi fortemente rejeitada na comunidade judaica.

As informações são da Coluna de Ancelmo Gois, n’O Globo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s