31/07: Movimentos Sociais irão às ruas pela primeira vez num domingo protestar contra o golpe

Movimentos de esquerda anunciarão nesta quinta (14) uma manifestação para o próximo dia 31, um domingo, nos mesmos dia e hora em que grupos favoráveis à saída definitiva da presidente Dilma Rousseff farão ato, já agendado, na avenida Paulista.

A passeata da Frente Povo Sem Medo, composta por MTST (Movimento dos Trabalhadores Sem Teto), Intersindical (próxima ao PSOL) e setores da CUT e do movimento negro, entre outros, vai se concentrar no largo da Batata, em Pinheiros, às 14h.

No mesmo horário, ativistas do MBL (Movimento Brasil Livre), do Vem Pra Rua e de outros grupos pró-impeachment estarão na Paulista.

A frente cogita caminhar até o centro pela avenida Rebouças e pela rua da Consolação – que passa ao lado da Paulista.

O trajeto será informado à Secretaria da Segurança Pública até o fim da semana. Em outras ocasiões, o órgão vetou caminhos que possibilitassem o encontro dos grupos antagônicos, com a justificativa de evitar confusões.

“Ninguém é dono da rua. Nós temos direito de manifestação e vamos exercê-lo. Espero que a polícia nos trate da mesma forma que trata a turma de verde e amarelo na Paulista”, disse Guilherme Boulos, do MTST.

Será a primeira vez que a esquerda levará para as ruas uma manifestação pedindo nova eleição para presidente, segundo os organizadores. Eles consideram essa pauta capaz de agregar diferentes setores insatisfeitos tanto com Dilma como com o presidente interino, Michel Temer.

Também será a primeira “grande mobilização” da esquerda num domingo, ainda conforme a organização –à exceção de 17 de abril, dia da votação do impeachment na Câmara, quando os dois lados fizeram atos simultâneos.

A nova eleição para presidente defendida pela frente –e que encontra resistência em setores fiéis à presidente afastada, como o MST– seria realizada após um plebiscito. Por isso, o mote será “O povo deve decidir”.

“Nós somos ‘Fora, Temer’. Eles [na Paulista] são pelo ‘Fica, Temer'”, disse Boulos.

Leia mais na Folha
Anúncios

14 comentários sobre “31/07: Movimentos Sociais irão às ruas pela primeira vez num domingo protestar contra o golpe

  1. Este movimento deve fazer as coisas bem feitas, inclusive não dando brecha pra polícia, a essa altura já avisada e instruída pelos golpistas, encontrar espinhos onde só tem água, e querer levar dos nossos pra dormir, sem jantar, em delegacias. Neste modelo planejado de boa e forte postura, poderemos obter as simpatias de quem até então estava debaixo do muro. E vamos pra frente porque a frente é o nosso lugar.

    Curtir

  2. Enquanto a esquerda não se unir políticos podres Rodrigo na Câmara é por isso que ficamos desacreditados esculaxados do antes de outros partidos.

    Curtir

  3. Demorou! Não podemos nos acovardar com estes golpistas, ele verão q o povo e quem põe ou tira um governo , e não eles com golpes e mentiras para levar o povo as ruas, o povo nas ruas em 13 d março fora as ruas contra a corrupção , e não contra o governo Dilma Rousseff,eles como ratos golpistas usaram a revolta do povo a seu favor , pq são uma facção criminosa.

    Curtir

  4. Muita calma nessa hora. Se for um movimento ordeiro, tudo bem. Se for decidido legitimamente, pelo voto, a realização de novas eleições, propiciando a saída de Dilma mesmo que ela volte do Golpeachment, que assim seja feito democraticamente. Não reconhecemos Michel Temer como presidente da nação.

    Curtir

  5. Decidi por mim mesmo que não irei me manifestar mas náo posso deixar de opinar então acredito que apaesar de tardil pois é o que penso é o começo daquilo que o Brasil quer mas na verdade entendo assim pelo que tenho observado apesar ser ainda um manifesto tardil para não dizer timino mas é o começo sendo assim o que o Brasil precisa é de uma demonstração clara do seu povo de forma da cidadania com toda grandeza do Pais que os noticiários tão fortes destes últimos meses deixaram com escândalos que encruaram por seculos a Politica e a moral baixa mas o momento de consolidação da maturidade democrática e um novo capitulo pra historia da força das ruas, da sociedade e do povo Brasileiro. O único caminho é luta pela paz!

    Curtir

  6. Gostaria de participar do movimento pela volta da presidenta Dilma. Não aceito jogar o meu voto na lata do lixo. Votei na Presidenta Dilma, ela tem todo o direito de governar até 2018 e o MPF já confirmou que a Presidenta Dilma NÃO PEDALOU e arquivou o processo contra ela. Precisamos ir pras ruas e EXIGIR a ANULAÇÃO DO IMPEACHMENT, isso é DEMOCRACIA e nada de plebiscito para novas eleições. Se não for assim não participarei do ato.

    Curtir

  7. Só concordo com novas eleições, se forem GERAIS!!!!… O Legislativo está MUIIIITO mais corrompido que o Executivo!!
    Caso contrário, que a #VoltaDilma , cumpra seu mandato integral, até o final de 2018!!
    #ForaTemer
    #CunhaNaCadeia

    Curtir

  8. Se o MPF diz que não houve crime, manifestação pedindo novas eleições é admitir o GOLPE. Pela restituição do mandato da Presidenta DILMA, o contrário disso é se acovardar. Impeachment sem crime é GOLPE. FORA GOLPISTAS FASCISTAS. Se o Senado votar SIM ao GOLPE, temos que protestar até 2018, não deixar os golpistas respirarem.

    Curtir

  9. Estava até a fim de ir, só não vou porque lendo a matéria o grito de guerra será novas eleições. Sou absolutamente contra novas eleições. Já votei e quero meu voto respeitado, só isso.

    Curtir

  10. Novas eleições NÃO! Queremos a volta da Presidente LEGITIMAMENTE ELEITA, que não cometeu DOLO algum sob qualquer perspectiva jurídica! RESPEITEM O VOTO!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s