‘Deus te fez assim’, diz Papa Francisco a um homem gay, assista.

‘Deus te fez assim’, diz Papa Francisco a um homem gay

Juan Carlos é uma das vítimas de pedofilia envolvendo o escândalo com um padre chileno.

Assista:

Via: GloboNews

Anúncios

Petrobras Derrete e Perde R$47,2 Bilhões em valor em apenas um Dia

Do UOL:

As ações da Petrobras desabaram nesta quinta-feira (24) após a petroleira anunciar, na véspera, uma redução de 10% no preço do diesel nas refinarias. A decisão foi interpretada por agentes do mercado como a volta da interferência política na gestão da estatal.

Os papéis ordinários (PETR3), com direito a voto em assembleia, terminaram o dia com desvalorização de 14,55%, a R$ 23,20, enquanto as ações preferenciais da companhia (PETR4), com prioridade na distribuição de dividendos, fecharam em baixa de 13,71%, a R$ 20,08.

O Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, fechou em queda de 0,92%, a 80.122,31 pontos. Na véspera, a Bolsa havia caído 2,26%.

(…) O dólar comercial fechou em alta de 0,64%, cotado a R$ 3,648 na venda, após três quedas seguidas. Na véspera, a moeda norte-americana caiu 0,54%. Investidores estavam preocupados com possíveis impactos na economia causados pela greve dos caminhoneiros, que está em seu quarto dia.

(…)

Em tempo: as quedas de de 13,71%  e 14,55% representam uma perda de R$ 47,2 bilhões em valor de mercado

Em tempo²: as ADRs da Petrobras (recibos de ações nos EUA emitidos para negociar ações estrangeiras) despencaram mais de 15% nesta quinta-feira, 24/V, e fecharam o dia sendo negociadas a US$ 12,78. É um colosso!

***

Petrobras perde R$ 43 bi em valor de mercado em uma manhã

Via: O Globo

A decisão da Petrobras de baixar o preço do diesel em 10% e congelar o valor durante 15 dias provocou uma perda enorme na cotação da Petrobras. As ações preferenciais caíam 13,1% às 11h50 da manhã desta quinta-feira. Isso significa que o valor de mercado da companhia encolheu R$ 43,7 bi em uma manhã. Na quarta-feira, a Petrobras fechou cotada a R$ 332,4 bi.

A decisão despertou velhos fantasmas. Analistas e investidores receiam que o corte no preço do diesel marque a volta da interferência política na Petrobras, como acontecia no governo anterior. Essa prática levou a perdas estimadas em US$ 40 bi nos últimos anos. A empresa, no entanto, garante que decisão foi tomada com autonomia.

Trump assina sanções contra ativos do Governo Venezuelano e agrava Crise

VIA: FOLHA

Medida ocorre após eleição contestada vencida pelo ditador Nicolás Maduro

Estelita Hass Carazzai
WASHINGTON

Um dia depois de o ditador Nicolás Maduro vencer uma eleição amplamente contestada na Venezuela, o presidente americano, Donald Trump, anunciou nesta segunda-feira (21) novas sanções contra o país, que proíbem a compra ou venda de ativos que pertençam ao governo venezuelano nos EUA.

A medida afeta qualquer ativo do país, inclusive do Banco Central da Venezuela e da petroleira PDVSA, que é estatal.

“Esse dinheiro pertence ao povo venezuelano”, afirmou Trump. “São ativos que serão necessários para reconstruir a economia.”

É mais uma medida dos EUA para pressionar economicamente o regime de Maduro, cuja reeleição foi qualificada por Washington como “fraudulenta” e “um ataque à ordem constitucional”.

“Até que o regime de Maduro restaure a democracia na Venezuela, o governo enfrentará o isolamento da comunidade internacional”, afirmou o secretário de Estado americano, Mike Pompeo.

Com a ordem assinada nesta segunda, ficam proibidas compras, vendas, transferências e garantias de qualquer ativo em que o governo da Venezuela tenha pelo menos 50% de posse, bem como de títulos de dívida pública e débitos devidos ao país.

O governo americano justificou a medida afirmando que o regime de Maduro “atenta contra a ordem democrática ao realizar eleições antecipadas que não são livres nem justas”.
Segundo a Casa Branca, funcionários do governo venezuelano vinham liquidando ativos públicos a preços muito menores do que seu real valor, embolsando parte do dinheiro em propina.

Autoridades da administração Trump também alertaram que nenhuma operação financeira que busque patrocinar o regime da Venezuela será permitida nos EUA.

PF vê indícios que dinheiro do Narcotráfico foi para políticos do PSDB e PMDB

Via: UOL

PF vê “indícios muito claros” de que dinheiro do narcotráfico foi para políticos corruptos

  • Divulgação/PF

    Agentes da PF cumprem mandado de busca e apreensão da Operação Efeito DominóAgentes da PF cumprem mandado de busca e apreensão da Operação Efeito Dominó

O delegado da Polícia Federal responsável pela Operação Efeito Dominó, Roberto Biasoli, disse nesta terça-feira (15) que há indícios de que dinheiro oriundo do narcotráfico tenha sido entregue a políticos e agentes públicos corruptos investigados pela Operação Lava Jato. “Há indícios de um vínculo muito claro do dinheiro do narcotráfico, em espécie, indo parar nas mãos de políticos”, afirmou Biasoli.

A Operação Efeito Dominó foi deflagrada nesta terça-feira e prendeu oito pessoas, entre elas dois doleiros que atuavam para o narcotraficante Luiz Carlos da Rocha, o Cabeça Branca, conhecido também como o “embaixador do tráfico”. Ele é apontado pela PF como o maior traficante de drogas do Brasil e um dos maiores do mundo.

O vínculo entre o narcotráfico e as investigações da Operação Lava Jato é o doleiro Carlos Alexandre Souza Rocha, o Ceará. Em 2015, ele firmou um acordo de colaboração premiada com a PGR (Procuradoria-Geral da República) que foi homologado pelo STF (Supremo Tribunal Federal).

No acordo, Ceará afirma que trabalhava para o doleiro Alberto Youssef como entregador de valores e mencionou repasses de dinheiro em espécie direcionados a diversos políticos como os senadores Fernando Collor de Melo (PTC-AL), Renan Calheiros (MDB-AL) e Aécio Neves (PSDB-MG). Os repasses teriam sido ordenados por empreiteiras investigadas pela Operação Lava Jato.

Biasoli diz que há indícios de que Ceará trabalhava como doleiro tanto para o narcotráfico quanto para o esquema investigado pela Operação Lava Jato. A suspeita é que dinheiro recebido por Ceará oriundo do tráfico de drogas era depois repassado a políticos e agentes públicos.

De acordo com o delegado, há indícios de que Ceará prestou serviços financeiros ilegais a Cabeça Branca em 2016, período posterior à homologação do seu acordo de colaboração premiada.

Biasoli afirma que, durante seus depoimentos à Operação Lava Jato, Ceará havia dito que ele seria atrativo a Youssef por ter acesso a dinheiro em espécie oriundo da venda de relógios e vinhos. O delegado diz acreditar que, na realidade, a liquidez à qual Ceará tinha acesso era resultado da sua atuação junto ao tráfico de drogas.

Divulgação/PF

Dinheiro apreendido em Recife

“Sistema de compensação”

Igor Romário de Paula, delegado regional de Combate ao Crime Organizado da PF no Paraná, afirma que os doleiros atuam como se fossem uma espécie de câmara de compensação bancária e que o dinheiro oriundo de uma atividade criminosa pode ser repassado a outro cliente que atue em outro ramo do crime.

O delegado disse que, na maioria das vezes, os “clientes” dos doleiros não sabem a origem do dinheiro que estão recebendo. Não há indícios, segundo a PF, de que as empreiteiras ou os políticos investigados pela Operação Lava Jato soubesse que o dinheiro operacionalizado pelos doleiros tinha origem no narcotráfico.

Em geral, doleiros usam dinheiro em espécie para realizar transações financeiras ilegais sem que as autoridades tenham conhecimento. Nesse meio, segundo a polícia, ter acesso a esses recursos com facilidade (liquidez) é extremamente valorizado.

“Ele [Ceará] atende a diversos tipos de clientes, mas não há, necessariamente, uma vinculação entre eles. A atuação do que a gente chama de doleiro é um sistema de compensação”, afirmou o delegado.

Biasoli disse que a prisão de Ceará será comunicada ao juiz da 13ª Vara Federal da Justiça Federal do Paraná, Sergio Moro, responsável pelos processos da Lava Jato na primeira instância, à PGR e ao STF.

Por ter, segundo a PF, continuado a atuar como doleiro, Ceará corre o risco de perder os benefícios que conseguiu ao firmar o acordo de delação premiada.

Quem é Cabeça Branca

Divulgação/PF

O traficante Luiz Carlos da Rocha, o “Cabeça Branca”, que mudou de rosto para fugir

Luiz Carlos da Rocha, o Cabeça Branca, é apontado pela PF como o maior traficante de drogas do Brasil e um dos maiores do mundo. Ele foi preso pela Polícia Federal em julho de 2017 durante a primeira fase da Operação Spectrum.

Planilhas encontradas durante esta fase indicam que entre 2014 e 2017 ele tenha comercializado 27 toneladas de cocaína e movimentado pelo menos US$ 138 milhões. Em depoimentos à PF, ele admitiu seu envolvimento com o tráfico internacional de drogas.

Cabeça Branca está preso na penitenciária federal de Mossoró, no Rio Grande do Norte.

Temer desiste de slogan ‘O Brasil voltou, 20 anos em 2’ após ambiguidade

VIA: CORREIO BRAZILIENSE

A mensagem foi considerada desastrosa por auxiliares do presidente, uma vez que, sem a vírgula após o verbo, poderia passar a impressão de que o País regrediu duas décadas sob a gestão Temer

O convite para a cerimônia marcada para esta terça-feira (15/4) pelo Palácio do Planalto, com o objetivo de celebrar os dois anos do governo de Michel Temer, provocou uma crise e teve de ser alterado de última hora. Expedido pelo cerimonial do Planalto, o convite trazia o slogan “O Brasil voltou, 20 anos em 2”. A mensagem foi considerada desastrosa por auxiliares do presidente, uma vez que, sem a vírgula após o verbo, poderia passar a impressão de que o País regrediu duas décadas sob a gestão Temer.
O jornal O Estado de S. Paulo apurou que a trapalhada desagradou muito ao presidente. Contrariado, ele convocou o marqueteiro Elsinho Mouco e o ministro de Minas e Energia, Moreira Franco, para acertar os ponteiros da comunicação do governo.
Apesar de o governo ter completado dois anos no último dia 12, no rastro do impeachment da presidente Dilma Rousseff, a comemoração será realizada apenas nesta terça, às 15h. Quinze é o número do MDB na campanha eleitoral.
O pré-candidato do MDB e ex-ministro da Fazenda Henrique Meirelles participará da cerimônia, seguida por uma reunião ministerial ampliada. Com a mudança de última hora, foram expedidos dois tipos de convite. Meirelles, por exemplo, recebeu a primeira versão.
Outros ministros, por sua vez, receberam o novo convite, onde se lê “(…) para participar do evento Maio de 2016/Maio de 2018 – O Brasil voltou”, sem qualquer menção ao lema “20 anos em 2”, que lembra o programa de governo do ex-presidente Juscelino Kubitschek – 50 anos em 5, com metas de um projeto desenvolvimentista. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Depois de 10 anos em queda, Mortalidade Infantil volta a CRESCER no governo Temer

Via: VALOR

Após mostrarem melhoras significativas por mais de uma década, os indicadores de mortalidade infantil apontam que esse ritmo de avanço foi bastante reduzido na taxa geral e já registra retrocessos preocupantes nos números de mortes evitáveis para crianças entre um mês e quatro anos. Em 2016, dado mais recente disponível, o número de óbitos nesta faixa etária aumentou 11%, segundo números disponíveis no Ministério da Saúde, após 13 anos de queda. A alta em 2016 foi generalizada, apenas Rio Grande do Sul, Sergipe, Paraíba e Distrito Federal tiveram redução das mortes nesta faixa. Em alguns locais, como Roraima, o número mais do que dobrou. O número de mortes entre 1 mês de vida e um ano de i

Os dados acenderam um alerta e tem sido monitorados com atenção pelo Ministério da Saúde. A pasta não fechou a taxa global de mortalidade infantil ajustada oficial do país em 2016. Os dados brutos foram consolidados pelo Observatório da Criança e do Adolescente, mantido pela Fundação Abrinq, e indicam uma piora na taxa, para 12,7 mortos em mil nascidos vivos em 2016. Em 2015 esse número era de 12,4.

Outro dado de mortalidade infantil, da Unicef, que usa fonte diferente para os nascidos vivos (a estimativa das Nações Unidas) e observa as mortes neonatais (até um mês), não registra essa piora. A taxa média sai de 8,2 para 7,8 na passagem de 2015 para 2016. A estimativa para taxa de mortalidade infantil média da Unicef ficou em 13,5 em 2016 (era 14 em 2015). No entanto, nas estatísticas é visível que a melhora mais significativa vista nos primeiros anos da década perdeu tração. A brutal recessão, somada à crise fiscal, refletida na escassez de recursos públicos e cortes em determinados programas, além da grave seca que atingiu locais do Nordeste do país são apontados como alguns dos fatores determinantes para o aumento das mortes.

continuar lendo: http://www.valor.com.br/brasil/5521863/crise-estanca-queda-de-mortes-na-infancia

Clip Oficial de This Is America, é visualizado 12 milhões de vezes por dia.

Clip Oficial de This Is America Childish Gambino (Nome Artístico), já foi visualizado 12 milhões de vezes nesses 5 dias. Alcançando até agora, 71.012.830 de visualizações.

O Vídeo mostra a distração que a mídia consegue fazer com a população, para esconder todo o racismo que existe não só nos EUA, como no mundo inteiro!

O simbolismo por trás de ‘This is America’ – Um tópico. 1) O primeiro símbolo foi o músico que se parece fisicamente com o pai de Travyon Martin. Neste ponto, podemos ver claramente que Gambino vai tocar a violência da arma subject.pic.twitter.com/rM1Hisdd79

por: Vicky Hope

Nós ouvimos uma batida africana enquanto Gambino dança em direção à câmera. Em algum momento, seu rosto se contorce e ele aperta os olhos, parecendo o tio Ruckus, um personagem de ‘The Boondocks’, um homem negro idoso que achava que era branco e odiava os negros.pic.twitter.com/kCF4hDhTjQ

Bem aqui, Gambino se apresenta como o pastor Jim Crow, um personagem inventado por volta de 1900, quando o blackface foi inventado por comediantes brancos. Os Jim Crows eram uma paródia racista dos negros. Observe como ele atira em um ‘escravo’ (pessoa negra com mãos amarradas e pés descalços) .pic.twitter.com / zabWq8Ek8e

Depois de matar o homem algemado, Gambino manipula a arma para uma criança, que pega a arma como se fosse a coisa mais preciosa do mundo (a arma tem uma enorme importância para a América, ao contrário da vida de um homem negro que é descartada como lixo) .pic.twitter.com / bSneAj8yDV

Essas calças “engraçadas” que Gambino está usando fazem parte do uniforme oficial dos soldados confederados clássicos. Eu não acho que o significado do confederado precise de mais explicações, mas ele está claramente representando as pessoas que apóiam as idéias da confederação + flag.pic.twitter.com/qM4l8QDJYr

Neste ponto, as batidas são completamente alteradas e começamos a ouvir uma batida de armadilha. Mesmo depois de matar um homem negro, Gambino dança de forma alegre, sendo seguido por crianças inocentes da escola. Eles estão claramente copiando tudo o que ele faz porque ele é ‘cool’.pic.twitter.com / o9S4CKKnyO

Veja como Gambino observa as crianças, veja o que é tendência entre elas, para que ele possa encontrar outra maneira de fazê-las segui-lo. Estes são os memes, tendências de dança e tudo mais, espalhando-se como ‘fogo’ online.pic.twitter.com/9DvOnjCtfd

O caos está reinando por trás deles, mas claramente eles não se importam porque a batida é doentia e a dança africana é super cativante. Por que eles se importariam com os problemas quando estão se divertindo e se divertindo? Hmm … pic.twitter.com/J7yoFKTJFQ

A Igreja! Um refúgio seguro para os negros. O coral está cantando e não parece coincidência que um dos membros se pareça com o diretor da Get Out, Jordan Peele. O coro canta com alegria: ‘Ele vai atirar em alguém’.pic.twitter.com / bRKZTP1jRk

Gambino chega e atira em cada um dos membros do coral. Tiro de Charleston, 2015. EUA. Ainda outro assassinato em massa de pessoas negras em America.pic.twitter.com/5MprUgekSo

 

Publicado em 8 de mai de 2018

INSCRITO 117 MIL

This is America, de Childish Gambino, leva a linguagem do videoclipe a um novo nível. Aqui, cada detalhe conta na composição de um significado geral. Nesse vídeo exploramos as mensagens contidas no clipe e tentamos tirar o melhor delas.

‘Corta a carne, fornece ovos para as crianças’, disse empresário em grampo de investigação sobre fraude na merenda

Via: G1

PF cumpriu 154 mandados de busca em operação que investiga prefeitos e ex-prefeitos por fraudes em licitações de alimento, uniforme e material escolar.

 

Investigação da Polícia Federal que durou três anos sobre fraude nas licitações do fornecimento de merenda escolar, uniforme, material e até limpeza de escolas públicas municipais no Estado de São Paulo flagrou em um grampo um empresário que buscava reduzir gastos para roubar dinheiro público dizendo a frase “corta a carne, fornece ovos todos os dias para estas crianças”, afirmou a delegada da PF Melissa Maximino Pastor.

Segundo a delegada, leite também era diluído para dar de alimentação aos alunos.

“O interessante desta investigação, o que é chocante, foram os registros na inexecução contratual da merenda escolar. Nós tivemos registro, ao longo destes anos, do fornecimento de lanche para uma criança de uma bolacha maisena com leite diluído, suco substituindo o leite. Áudio de empresários que falavam ‘corta a carne, fornece ovos todos os dias para estas crianças”, afirmou a delegada.

A Polícia Federal fez nesta quarta-feira (9) uma operação, em parceria com a Controladoria-Geral da União (CGU), para desarticular cinco grupos criminosos suspeitos de desviar recursos da União em relação à merenda escolar e outros itens escolares.

O dinheiro era destinado à merenda em municípios dos estados de São Paulo, Paraná, Bahia e Distrito Federal. Há indícios de envolvimento de 13 prefeitos e 4 ex-prefeitos na operação nomeada como Prato Feito.

As investigações apontam que empresas pioneiras de um esquema conhecido como “máfia na merenda”, entre os anos de 1999 e 2000, estão por trás das fraudes descobertas na operação Prato Feito, diz a Polícia Federal.

Continuar lendo: https://g1.globo.com/sp/sao-paulo/noticia/corta-a-carne-fornece-ovos-para-as-criancas-disse-empresario-em-grampo-de-investigacao-sobre-fraude-na-merenda.ghtml